Conversando Água entrevista: Lourival Cuquinha

0

No Rio Capibaribe, o programa CONVERSANDO ÁGUA capturou o artista visual Lourival Cuquinha. Natural de Olinda mas que, hoje, mora no Recife, em Olinda e São Paulo. Conhecido mundialmente por suas performances artísticas, antes disso cursou durante dez anos na Universidade Federal de Pernambuco engenharia química, direito, história e filosofia. Acabou desistindo de todos mas se descobriu artista. A performance foi seu ponto de partida através do coletivo Molusco Lama nos anos 90. Dirigiu junto aos seus parceiros o filme histórico, na cena artística pernambucana, Resgate Cultural. Atualmente, com suas obras, reflete a respeito do controle da sociedade e da cultura sobre o ser humano. Questiona o status do que é um trabalho de arte e provoca os limites ideológicos da sociedade sobre temas como dinheiro e drogas.

Cuquinha começou a ser conhecido pelo trabalho de intervenção urbana Varal, de 2003. Tornou-se  prestigiado na cena das artes por criar bandeiras feitas de dinheiro, libras e dólares. A mais conhecida é a Jack Pound Financial art Project ou Topografia suada de Londres. Por ela Cuquinha trabalhou transportando pessoas de Riquichá – Aquela espécie de bike, charrete que leva os turistas e cidadãos ao redor de capitais europeias. O objetivo foi render o material que construiria suas obras: ou seja, dinheiro. Ele ganhou prêmios como o Olinda Arte em Toda Parte e foi nomeado várias vezes ao mais importante prêmio de artes visuais do Brasil, o Pipa.  Já expôs, fora de Pernambuco, em estados como o Rio de Janeiro e também em países como a França e Alemanha.

Num barquinho, Cuquinha pensou sobre o que é ser um artista; lembrou do avô Louro do Pajeú;  Tentou descrever o coletivo, do qual participou, o Molusco Lama;  Falou do filme Resgate Cultural;  Disse algumas vírgulas sobre política, anarquia e outros parênteses sobre a sua vida e raciocínio. Boa abstração por aí!

Parte 1 –  O presepeiro 

Parte 2 – A língua do Capitalismo

https://www.youtube.com/watch?v=nlpph1uVGUM

Compartilhar:

Sobre o autor

Clarissa Macau

Idealizadora, jornalista, editora e produtora da Revista Cardamomo. Formada em comunicação pela Universidade Católica de Pernambuco.